Bruised (Ferida)

Jackie “Justice” (Halle Berry) é uma ex-lutadora de MMA que terminou a sua carreira com uma derrota humilhante, agora trabalha como empregada doméstica, e utiliza o álcool como refugiu e também como forma de esquecer que em tempos abandonou o seu filho (Manny). Actualmente, seis anos depois, o seu filho retorna inesperadamente à sua vida, e Jackie tem finalmente de enfrentar os seus medos, e lutar para se tornar uma mãe melhor.

Crítica: Sou um grande fã de MMA, mais especificamente do UFC (Ultimate Fighting Championship), e quando sai um novo filme que envolve algum tipo de combate, fico sempre entusiasmado. O filme teve a sua estreia pela primeira vez no Festival de Toronto, onde felizmente recebeu críticas bastante positivas.

Bruised lembra-me um pouco filmes como “Rocky” ou “The Wrestler”, ambos verdadeiras obras primas na minha opinião, Bruised não está a esse nível mas é um filme bastante competente.

Fiz uma crítica recentemente ao filme Embattled (que foi uma agradável surpresa), e quando Bruised estreou na Netflix fui logo a correr ver. Bruised lembra-me um pouco filmes como “Rocky” ou “The Wrestler”, ambos verdadeiras obras primas na minha opinião, Bruised não está a esse nível mas é um filme bastante competente.

O filme foi escrito por Michelle Rosenfarb (que faz aqui a sua estreia) e produzido por Basil Iwanyk (“John Wick”, “Sicario”). Conta no elenco com Adriane Lenox, Stephen McKinley, Henderson Lenox, e Sheila Atim.

Halle Berry para além de ser a protagonista do filme é também a realizadora, e tem um desempenho bastante bom, vê-se perfeitamente que se esforçou para encarnar na perfeição a personagem, tanto dentro como fora do octógono. As lutas são credíveis, e foi bastante interessante ver a participação de Valentina Shevchenko no filme (para quem não sabe, Valentia é a atual campeã da divisão Flyweight feminina do UFC).

O filme é muito bem filmado, boa história, boa banda sonora… tem uma grande carga emocional, violento, cru e suficientemente realista. Penso que todos os fãs de MMA (e não só) vão gostar, recomendo. Já agora, recomendo também o filme Warrior, é um filme de 2011 que passou um pouco despercebido, tem também como tema principal MMA e conta com os protagonistas Tom Hardy e Joel Edgerton.

Título Original: “Bruised” (2021)
Realização: Halle Berry
Argumento: Michelle Rosenfarb
Actores: Stephen McKinley Henderson, Halle Berry, Shamier Anderson
Género: Drama, Desporto
Avaliação: 7 out of 10 stars (7 / 10)

André Ramalho

Sou um apaixonado por filmes e cinema, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar as minhas opiniões e críticas sobre filmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.