The Simpsons (O Filme)

Os Simpsons são provavelmente uma das melhores (senão a melhor) série de animação de sempre. Ainda que, nos dias de hoje, se denote uma clara falta de imaginação, e algum esgotamento de sketches verdadeiramente cómicos, que marcaram os seus primeiros tempos de vida, a família Simpson vai sempre e para sempre ficar na história. Depois da posição e do tamanho sucesso conquistados ao longo de dezoito anos na televisão, só faltava mesmo chegarem ao grande ecrã. E quem gosta da série, com toda a certeza, não vai sair desiludido, já quem não acompanha, é provável que goste, mas o mais certo é não conseguir captar/atingir a verdadeira essência que o filme transmite aos que religiosamente, como eu, seguem as aventuras dos bonecos amarelos.

Pessoalmente adorei o filme. Concordo, porém, com muitas das críticas feitas, em que se afirma que nestes últimos anos a série tem perdido a sua veia mais criativa. Mas por outro lado, é fácil perceber a dificuldade de se criar uma história com pés e cabeça, que sustentasse um filme de duas horas para uma família desconcertante que ao longo de tanto tempo já viveu tantas aventuras e peripécias. É pena, mas de facto o filme só tem 82’ minutos, e no final ficamos com aquela sensação que de “soube a pouco”. Todavia é inegável, o que aparece é notoriamente bom.

A animação é genial, não tirando mérito à animação da série (que também é bastante boa), mas a do filme é mais detalhada. No filme, percebe-se que o trabalho deve ter sido muito, pela excelente qualidade que apresenta – as expressões, tanto faciais como emotivas são perfeitas, os movimentos de câmara andam lá perto, a música sempre a tocar no momento certo. De um ponto de vista técnico, o filme está praticamente perfeito.

No que se refere ao argumento, para ser sincero não esperava mais. A história é simples mas bem sustentada, e os gags e as situações cómicas estão lá. As personagens estão bem caracterizadas há muito tempo, por isso só temos de nos deixar levar pela boa disposição contagiante do humor da família mais desgovernada da história da televisão. O início é perfeito com a alusão à pirataria e o final ainda é melhor. Pena que os apressados que hoje enchem as nossas salas de cinema, saíam antes de verem os créditos finais ou até, muitas das vezes, antes mesmo de o filme acabar, algo que Homer, à sua maneira, critica e da qual eu partilho a mesma opinião.

Um óptimo filme de Verão, na minha opinião para todos verem. Até porque os Simpsons serão sempre os Simpsons…

Título Original: “The Simpsons” (2007)
Realização: David Silverman
Argumento: James L. Brooks, Matt Groening
Actores: Dan Castellaneta, Julie Kavner, Nancy Cartwright
Género: Comédia, Animação
Avaliação: 8 out of 10 stars (8 / 10)

André Ramalho

Sou um apaixonado por filmes e cinema, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar as minhas opiniões e críticas sobre filmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.