21 (A Última Cartada)

Dinheiro fácil… a última das grandes tentações. Baseado na história verdadeira de um grupo de estudantes do MIT (a escola de Boston de onde saem os maiores génios da matemática) que através de um esquema de contagem de cartas no blackjack conseguiram sucessivamente arrecadar milhões de dólares nos casinos de Las Vegas. Ou seja, o raciocínio matemático ao serviço da burla.


Crítica: Robert Luketi consegue com uma habilidade de tarefeiro contar uma história em que se examina a sedução de fazer fortuna de forma rápida. Jim Sturgess, o jovem idealista que é recrutado para ser o ás desta operação, apenas quer envolver-se neste esquema para garantir o dinheiro suficiente para pagar o seu curso de Medicina em Harvard. Mas a partir do momento em que começa a ganhar muito dinheiro e a sentir os prazeres de Vegas, a sua consciência prega-lhe uma partida. É como se tivesse sido apanhado numa armadilha de ganância. 21 é uma história que nos faz parar e pensar. O que faríamos se fôssemos corrompidos com a boa vida que nunca vamos ter? É complicado e não há respostas fáceis.

É um filme bastante bom, que conta com um grande elenco!

A personagem de Sturgess é tão vítima como prevaricador. E aí o filme não é a lição de moral que se previa. É mais complexo. Por um lado, quase que fica sugerido que quando temos um dom temos de o usar, mesmo se for contra as nossas crenças mais íntimas. Ao fim e ao cabo, aqueles jovens sentem que estão a vencer o sistema – supostamente em Vegas os casinos tinham um esquema de lucro impossível de bater.

É um filme bastante bom, que conta com um grande elenco. Não sou fã de jogos de azar, e foram poucas as vezes que entrei num casino, mas tenho de admitir que a ideia de “enganar o sistema” e fazer dinheiro com isso é apelativo.

No fim, ficamos seduzidos pela simples noção de que o raciocínio lógico e matemático serve para vencer os mais poderosos, neste caso, o sistema de blackjack de Las Vegas. Depois disto, quem tem velocidade dedutiva e rapidez matemática veloz, já sabe. Os casinos que se cuidem…


Título Original: 21 (2008)
Realização: Robert Luketic
Argumento: Peter Steinfeld
Actores: Jim Sturgess, Kate Bosworth, Kevin Spacey
Género: Crime, Drama
Avaliação: 7 out of 10 stars (7 / 10)


André Ramalho

Sou um apaixonado por filmes e cinema, e por isso resolvi criar este blog, com o intuito de partilhar as minhas opiniões e críticas sobre filmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.